Páginas

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Novo blog...

Para facilitar na divulgação da história de nossa pequena Isadora, criamos um blog com um nome menor:

http://forcaisadora.blogspot.com/

Peço desculpas pelo transtorno!
Visitem o blog novo da Isa clicando aqui !

A CAMPANHA É CONFIÁVEL SIM.

Isa e sua família via webcam
Diante de postagens no twitter alertando as pessoas que a campanha de ajuda para a Isadora não é confiável, nós do Grupo #ForçaIsadora viemos através deste post provar que não se trata de um golpe. Nem eu nem todas as pessoas que se envolveram com o caso da Isa jamais apoiariam atos de má fé ainda mais usando a dor de uma criança.
Não conhecíamos os pais da Isa e a maioria dos participantes nem são do mesmo estado que eles, mas nos sensibilizamos com a história da garotinha e por isso decidimos criar o blog para ajudar na divulgação.

O blog completa hoje três dias e já conta com mais de 3000 visualizações, foi criado com o intuito de postar as informações necessárias para dar veracidade a nossa campanha.
Pedido para compra do remédio


O #ForçaIsadora é um grupo de pessoas interessadas apenas em ajudar alguém que sofre, assim como tantas outras crianças e pessoas que possuem grupos no facebook e twitter.
Destaco algumas: Força Maria Clara, Força João Antônio e a Força Ana Luiza que agora está ao lado do Pai.
Cicatriz da operação


Para conhecer mais sobre o grupo acesse: http://www.facebook.com/groups/237551579608026?ap=1
Façam perguntas, entrem em contato com os pais, mas NÃO DEIXEM DE ACREDITAR NA CAMPANHA. A Isa é apenas uma criança de 6 anos que luta por uma vida com saúde.

domingo, 10 de julho de 2011

A história da Princesa Isa




A Isa e uma princesinha de apenas seis aninhos, mas com Uma História de vida de gente grande! Ela mora em uma cidade de Santa Catarina, cerca de 100 Km da capital Florianópolis.



Sua mamãe Aline ainda não tinha completado 20 anos quando em 30 de setembro de 2008, após uma queda durante o banho a Pequena Isa (na época com Menos de 3 aninhos ), passou a apresentar dificuldades em se firmar de pé. Parecia que perninha estava "em falso" e a partir desse episódio que começou todo o calvário da família. Muitos médicos foram consultados e ninguém encontrava um diagnóstico. Ortopedistas diziam que era problema no "nervo ciático". Até então, a Isa não tinha sido encaminhada para um parecer da neurologia. Somente após crises de convulsão que neurologistas de um Hospital de Florianópolis diagnosticaram como sendo poliomielite (paralisia infantil). A suspeita era que o vírus da vacina tinha se tornado ativo no organismo desse anjinho, o primeiro caso da Doença no Brasil em 20 anos!
Mas a cada dia Isa piorava e agora perdia os movimentos de seu bracinho. O atendimento insatisfatório do hospital deixava a família em desespero profundo.

Então, seus pais decidiram procurar uma consulta particular de um neurologista e logo notaram mudanças no tratamento. Diversos exames foram prontamente solicitados e dentre estes constava uma Ressonância Magnética, exame de imagem este que ajudou a constatar um tumor cerebral do tamanho de uma laranja no lobo frontal direito. 

No dia 30 de outubro de 2008 ocorreu a cirurgia de retirada do tumor. Graças a Deus a operação foi considerada um SUCESSO, pois o tumor estava encapsulado e foi possível retirá-lo por completo.

Passado alguns dias Saiu o Resultado da Biópsia. O resultado mostrou um "ependimoma grau II" porém, como o laudo dizia que o resultado era inconclusivo, mandaram uma amostra do tumor para análise no INCA / RJ. A análise feita no Rio apresentou outro resultado: "teratóide rabdóide atípico"  (um dos piores e mais raros tumores que existem). Já um outro laudo resultou em "Glioblastoma Multiforme com rabdóide em Diferenciação ". Diante de diversos laudos, todos com resultados diferentes, a médica então mandou amostras do tumor Para o Centro de Câncer MD no Texas, E.U.A. e o resultado segundo eles foi: "astrocitoma anaplásico Grau III ".

Apesar da completa retirada do tumor, outros tratamentos foram prescritos com o objetivo de diminuir a probabilidade do tumor voltar. Ao todo foram seis meses de internações e inúmeras intercorrências (pneumonias, fungos, infecções e outras). Também precisou de Quimioterapia, fez uso do medicamento Temodal além de trinta sessões de Radioterapia.

Depois dessa grande luta, a Isa melhorou e pode voltar a ser feliz junto com sua família.




Entretanto, em junho de 2010, quando a família acreditava que teria um pouco de paz e tranquilidade, apareceu uma nova lesão numa região delicadíssima, em Cima do cerebelo , região esta impossível de ser manipulada sem causar riscos. Infelizmente, devido a gravidade de uma intervenção no loca, nem a Biópsia Foi indicada.


Como os médicos não tinham certeza se era recidiva ou radionecrose (efeito colateral da radioterapia), decidiram que iriam acompanhar com imagens e foi prescrito apenas corticóide. Infelizmente era tumor e a massa que era de 2 centímetros, já estava maior do que o tamanho de uma laranja em SET 2010, quando foi realizada nova cirurgia e graças a Deus correu tudo bem. Em seguida, foi prescrito “Avastin”, uma droga antiangiogênica (atua nos vasos sanguíneos desenvolvidos pelo tumor) e que tem trazido ótimos resultados para muitas pessoas. Como não havia outra opção de tratamento para a Isa, esta foi a alternativa encontrada pelos médicos que a acompanham em Florianópolis, Santa Catarina. Após o início do tratamento a pequena Isa ficou muito bem e nem parecia ser portadora de uma doença tão grave.


Mas em FEV 2011, devido à burocracia e total descaso do poder público para com os cidadãos, o processo para a continuidade do tratamento com Avastin teve uma negativa. O processo estava na Defensoria Pública e como “não andava”, contrataram um advogado particular na tentativa de “acelerar” as coisas, pois dia 22/03/2011 a pequena Isa iniciaria um novo ciclo com Avastim e o remédio precisaria estar em mãos. Infelizmente não deu certo e segundo os advogados, pode levar ainda 2 a 3 meses. Eu não sei os pormenores do processo, mas a situação está complicada.Infelizmente o tumor voltou a crescer em OUT 2010. O neurocirurgião não recomendou nova cirurgia naquele momento e desde então o tratamento têm sido feito com Avastin, com o objetivo de frear o crescimento do tumor. Os médicos disseram que é uma medicação que precisará tomar continuamente,


Cada ampola de Avastim 400 mg, do laboratório Roche, necessária para cada mês de tratamento, custa por volta de R$ 6000,00 e foram feitos vários apelos em fóruns da internet, na intenção de conseguir o medicamento em doação. Infelizmente no dia 22/03/2011 a pequena Isa não tomou a medicação, pois não havia conseguido o remédio.


Seus pais, desesperados, tentaram um empréstimo bancário, sem sucesso. Alguns amigos começaram então a se mobilizar para conseguir a importância necessária para as Ampolas de Avastim, pelo menos até conseguirem ganho de causa da ação judicial. 
Amigos e conhecidos em Navegantes e Itajaí, Santa Catarina, estão promovendo rifas e iniciou-se também uma ação solidária na Internet, mais especificamente na Comunidade “Glioblastoma Multiforme” do Orkut. 

Atualmente a Isa está se tratando novamente com o Temodal (também caríssimo) e mais uma vez sua família teve que buscar seus direitos na Justiça para que o tratamento seja custeado pelo SUS. Enquanto a decisão não sair, a pequena Isadora conta com a ajuda de todos, seja doando o Temodal ou qualquer quantia que ajude a comprá-lo e principalmente ela conta com a sua oração, peçam todos os dias para que ela consiga vencer essa grande batalha contra o câncer.





!

Sobre mim

Isadora é uma menina que luta a cada dia para a cura do câncer em sua cabeçinha! Este blog retrata toda sua história e sua luta para um final feliz! Contamos com sua ajuda para este final ser feliz!

Seguidores

Tecnologia do Blogger.

Arquivos

Ocorreu um erro neste gadget